Adblock Plus vai vender anúncios

134

Isso mesmo que voce leu no titulo, foi o que a Eyeo, responsável pelo Adblock Plus, revelou nesta terça-feira (13). A empresa vai lançar um “programa de anúncios aceitáveis” para todos os sites interessados em mostrar propagandas aos usuários da extensão, desde que dividam uma parte de suas receitas de publicidade.

O Adblock Plus já recebe dinheiro de empresas como Google, Amazon e Microsoft, que pagam para entrar na lista de anúncios permitidos do bloqueador. Em teoria, as grandes companhias precisam apenas colocar propagandas que não sejam intrusivas e dividir com a Eyeo a receita adicional que obtiveram com o desbloqueio. Os anúncios passam a ser exibidos por padrão para os usuários da extensão.

No esquema novo, os sites que aderirem ao programa de anúncios aceitáveis ficarão com 80% da receita das propagandas exibidas pelo Adblock Plus. Segundo o The Verge, os outros 20% serão divididos entre as empresas responsáveis por processar e servir os anúncios, sendo que a Eyeo ficará com 6% da receita total.

Quanto às acusações éticas, o diretor de comunicação da Eyeo, Ben Willians, diz que o bloqueio de anúncios é inevitável e teria acontecido com ou sem a empresa. O Adblock Plus está criando uma alternativa ao bloqueio total (ou permissão total) dos anúncios — mas é claro que isso limita a receita que as empresas de mídia podem gerar, já que “anúncios aceitáveis” com restrições de formatos naturalmente dão menos dinheiro.

Os usuários do Adblock Plus que quiserem continuar bloqueando todos os anúncios poderão desativar a exibição de “anúncios aceitáveis” nas configurações da extensão; isso também vai sumir com as propagandas do Google, Microsoft, Taboola e outras empresas que pagam à Eyeo. Ou, claro, também podem mudar para outra extensão que não tenha uma empresa com práticas questionáveis por trás.

 

você pode gostar também Mais do autor