Samsung: Galaxy Note 7 é proibido em aviões em companhias aéreas no Brasil

145

A Anac recomendou que passageiros não usassem o Galaxy Note 7 em voos pelo Brasil. Agora, companhias aéreas que atuam em território nacional estão proibindo o embarque de passageiros com o aparelho, mesmo desligado. A medida segue as instruções de segurança de órgãos dos EUA.
Segundo a Folha de São Paulo, a Gol tem enviado um comunicado aos passageiros avisando a proibição, que começou na sexta-feira (21).

Após diversos relatos de que as baterias de lítio dos smartphones Galaxy Note 7 da Samsung entraram em combustão mesmo após o recall realizado pela empresa, a Federal Aviation Administration (FAA) e o Department of Transportation (DOT) dos EUA emitiram uma ordem de emergência proibindo o transporte desses aparelhos em aeronaves comerciais, seja como bagagem de mão, bagagem despachada, junto ao corpo ou carga aérea.

A Latam, Air France-KLM, Azul e Avianca disseram que também estão adotando a medida, seguindo os procedimentos e recomendações estabelecidos pelos órgãos regulatórios do setor.

A Anac, por sua vez, disse que o assunto está sendo tratado pela área técnica e deve anunciar nos próximos dias as ações a serem adotadas.

Aeroportos de diversas partes do mundo proibiram o transporte do Galaxy Note 7, independentemente de ele estar desligado ou não. Com isso muitos consumidores tiveram prejuízos, já que não podiam embarcar. A solução encontrada pela Samsung foi abrir alguns quiosques para trocá-los por outros smartphones. Esses quiosques estão sendo instalados em “terminais de alto tráfego” antes do controle de segurança e da sala de embarque.

Os estandes começaram a aparecer na Coreia do Sul e depois foram encontrados na Austrália, e também há relatos de alguns desses espaços disponíveis em alguns dos aeroportos dos Estados Unidos.

Embora a Samsung tenha interrompido a fabricação do Galaxy Note 7 no dia 11 de outubro, ainda há muitos aparelhos circulando pelo mundo.

O aparelho não chegou a ser comercializado no Brasil, mas os consumidores que tiverem o aparelho podem ter o dinheiro de volta ou trocá-lo por outro aparelho da marca. A empresa pede para entrar em contato com a atendimento ao consumidor pelo telefone: 4004-0000 (capitais) e 0800-124-421 (demais cidades).

 

 

FONTE: Gizmodo

 

 

você pode gostar também Mais do autor